A primeira etapa de inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) das instituições federais de ensino superior terminou ontem com 793.910 candidatos inscritos para as 47,9 mil vagas oferecidas.

A seleção, feita pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), já tem seu resultado divulgado no site http://sisu.mec.gov.br/resultado.html desde ontem à noite.

Com 16.253 candidatos para 752 vagas, o curso de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do ABC concentrou o maior número de interessados. Na outra ponta, Música na Universidade Federal de Rondônia, com 18 alunos, teve a menor procura, porém, a concorrência é maior já que são só duas vagas.

Apesar dos problemas na internet enfrentados pelos estudantes nos primeiros dias, o sistema chegou próximo da estimativa do MEC de receber cerca de 800 mil inscrições. No total, 2,6 milhões de alunos fizeram o Enem. No entanto, parte pretendia obter a certificação de ensino médio, também incluída na prova, e parte vai tentar vaga no Programa Universidade para Todos (ProUni), que distribui bolsas em faculdades particulares para alunos carentes e deve abrir o processo de seleção na próxima semana.

Ontem, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou a nota de corte para a certificação do ensino médio, que será de 400 pontos em cada uma das cinco provas, incluindo redação. A pontuação, apesar de abaixo da média de 500 pontos, significa que os estudantes conseguiram adquirir as competências exigidas para alguém que concluiu a escola.

Em média, 14% dos estudantes que fizeram o Enem este ano ficaram com notas abaixo dos 400 pontos nas provas de matemática, linguagens, ciências da natureza e ciências humanas. A única exceção foi redação, em que apenas 9% fizeram menos de 400 pontos. Este ano, o Enem, além de integrar parte dos vestibulares das federais, também substituiu o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Com informações do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.