Com 49 votos, José Sarney presidirá o Senado pela terceira vez

BRASÍLIA - Por 49 votos a 32, o senador José Sarney (PMDB-AP) foi eleito hoje presidente do Senado Federal. Esta é a terceira vez que ele assume o comando do Senado.

Valor Online |

No primeiro discurso, já como presidente, Sarney agradeceu ao ex-presidente Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) pelos serviços prestados à Casa e prometeu trabalhar pela independência e autonomia do Senado.

"Não será com o Senado que resgatarei qualquer dever de amizade, político ou partidário. Acima de tudo isso está a independência e a autonomia da Casa. Tenham certeza que nesta presidência reafirmaremos cada vez mais a nossa independência, exigiremos, cada vez mais, respeito à nossa instituição. Acima de tudo, respeitarei nossos colegas", disse.

José Sarney concorreu com o candidato Tião Viana (PT-AC), que desejou sorte ao novo presidente e afirmou que foi atuante junto às suas convicções e que fez um bom combate. Sarney já tomou posse e agora vai comandar a eleição para a escolha dos outros cargos da mesa diretora.

O líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), que apoiou a candidatura de Tião Viana, disse que, a partir de agora, a bancada está pronta para ajudar o novo presidente. "De minha parte, acabou um episódio e começou outro. Vossa Excelência poderá contar conosco. Estamos, a partir de agora, fazendo os primeiros momentos de unidade, proporcionalidade e respeito", disse.

A sessão foi suspensa para que os líderes possam se reunir para indicar à Mesa os nomes que comporão os outros cargos da Mesa Diretora. Às 16 horas, Senado e Câmara se reúnem, em sessão conjunta do Congresso Nacional, para a reabertura dos trabalhos legislativos. Os senadores voltam a se reunir às 17h para a continuidade da eleição.

(Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG