O Presidente Responde estreia em 94 jornais - Brasil - iG" /

Coluna O Presidente Responde estreia em 94 jornais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou hoje a primeira coluna semanal O Presidente Responde, que será publicada todas as terças-feiras em 94 jornais cadastrados pelo governo federal. A seção responde a perguntas de leitores enviadas aos veículos cadastrados e repassadas à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Agência Estado |

O governo seleciona todas as semanas três perguntas entre as enviadas. Só são escolhidas aquelas que tratam de "temas relacionados às políticas públicas e que tenham relevância e interesse jornalísticos", como definiu o Planalto. Na estreia da coluna, o presidente respondeu a dúvidas de leitores sobre os gastos do governo federal com a Copa do Mundo de 2014, o programa "Minha Casa, Minha Vida" e o Sistema Único de Saúde (SUS).

A professora universitária Natália Miranda Viera, que reside em Natal (RN), abriu a coluna querendo saber como o governo federal vai garantir que não haja sangria de dinheiro público nas obras para a Copa de 2014, a exemplo dos Jogos Pan-Americanos de 2007 do Rio de Janeiro. O presidente respondeu que não houve sangria de gastos públicos nos jogos Pan-Americanos, apenas "os investimentos superaram o previsto". Ele explicou que o governo federal fará um planejamento detalhado das obras da Copa e depois reunirá representantes dos Estados e dos municípios envolvidos "para definir responsabilidades, dando transparência ao processo".

A segunda questão respondida por Lula foi enviada pela pensionista Leila Dalgolbo, que mora em Cariacica (ES). Ela perguntou ao presidente o motivo de não ser incluído no programa "Minha Casa, Minha Vida" o desconto das prestações da casa própria em folha de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Lula respondeu que o desconto poderá "vir a ser realizado pelo programa". Leila também questionou a razão de os interessados no programa não poderem se cadastrar por meio da internet. Lula elogiou a sugestão da leitora e disse que "as áreas específicas do governo serão acionadas para o estudo e a possível adoção dessa alternativa".

A última pergunta da coluna de estreia ficou a cargo da dona de casa Anna Maria Marcus, de Diadema (SP). Ela perguntou ao presidente por que é tão difícil o SUS no Brasil oferecer assistência médica de qualidade. Lula reconheceu que o sistema de saúde no Brasil enfrenta problemas, como "filas grandes e dificuldades para se marcar um exame ou consulta".

O presidente disse que a dificuldade de atendimento deve-se ao fato de o Brasil ter "o maior sistema de saúde pública do mundo, uma vez que 70% dos brasileiros dependem exclusivamente dele". Mais uma vez o presidente atribuiu à extinção da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) a baixa qualidade dos serviços do SUS. "Perdemos volume expressivo de recursos", alegou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG