Colin Farrell percorre Bósnia para fazer filme sobre guerra

SARAJEVO (Reuters) - O ator irlandês Colin Farrell percorreu a Bósnia esta semana para sentir um pouco do clima vivido por repórteres durante a guerra de 1992-95, no intuito de se preparar para um novo filme. Farrell primeiro foi a Srbrenica, no leste do país, onde cerca de 8.000 homens e garotos muçulmanos foram assassinados quando a cidade foi invadida por forças sérvias bósnias, em julho de 1995.

Reuters |

'Me senti nauseado', disse Farrell à Reuters depois de visitar o cemitério das vítimas do massacre, visto como a pior atrocidade cometida na Europa desde a 2a Guerra Mundial.

'É difícil descrever como o ar e a terra foram contaminados pelo ato de se massacrar 8.000 pessoas em um dia. Mas você realmente sente a dor e o sofrimento, e estou triste, realmente triste.'

'Triage' será dirigido pelo cineasta bósnio Danis Tanovic, cujo filme 'Terra de Ninguém', sobre o absurdo da guerra, recebeu o Oscar de melhor filme em língua estrangeira em 2001.

Estarão no elenco também a atriz espanhola Paz Vega e o ator britânico Christopher Lee.

Farrell disse que o filme, que trata de dilemas enfrentados em tempo de guerra, pode começar a ser rodado na Espanha dentro de uma semana, passando depois para a Irlanda.

'Eu farei um fotógrafo de guerra que já cobre guerras há uns 12 anos, mas algo acontece no filme que encurta a distância entre ele e o que ele faz', disse o ator.

'É uma viagem para dentro dele mesmo e que mostra os efeitos de longo alcance da guerra, quando ele volta para casa.'

'Triage' é baseado em roteiro do repórter norte-americano Scott Anderson.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG