ROMA, 28 OUT - O ator irlandês Colin Farrell afirmou que Alexandre, de Oliver Stone deixou-o arruinado e que foi difícil de engolir o fracasso do filme.

"'Alexandre', o filme de Oliver Stone, me arruinou. Foi doloroso, me fez mal. Ele não foi bem acolhido pelo público. Poucas pessoas o viram, o que foi uma coisa muito difícil de digerir", desabafou Farrell, que está na Itália para apresentar o seu último trabalho, "Pride and Glory", no 3º Festival Internacional de Cinema de Roma.

O longa de 2004 narra a trajetória do imperador Alexandre, que dominou um dos maiores impérios da Antiguidade. A obra, que custou US$ 150 milhões, foi fracasso de crítica e público.

"Fiquei realmente desiludido, porque as pessoas não gostaram e pela própria figura histórica de Alexandre. Levei um certo tempo para superar esse trauma e, talvez, só agora com 'Pride and Glory' que recuperei a minha segurança e curiosidade, o que, para mim, é fundamental para fazer um bom trabalho", continuou o ator.

"Pride and Glory", dirigido por Gavin O'Connor, faz parte da seleção oficial do Festival de Roma. Também protagonizado por Edward Norton, o filme conta a história de uma família de policiais de Nova York que tem seus valores morais testados quando um dos seus membros investiga um caso de corrupção envolvendo seu cunhado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.