Cobrança de planos de saúde só deve voltar em abril

O ex-diretor de Desenvolvimento Setorial da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Leôncio Feitosa reconheceu ontem ter lançado em 2009 um novo sistema de devolução do valor devido pelos planos de saúde ao Sistema Único de Saúde (SUS) sem que o mecanismo tivesse condições técnicas de funcionar. O novo sistema só deverá entrar em operação a partir de abril deste ano, disse o ex-diretor.

Agência Estado |

O ressarcimento dos planos ao SUS, exigido pela lei do setor, determina a devolução ao erário do que é gasto com o atendimento de pessoas com planos em unidades públicas. Porém, conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo ontem, o sistema parou entre março e abril de 2009 por problemas na base de dados do Ministério da Saúde e não voltou. Mesmo sem condições técnicas, em junho de 2009 o governo anunciou um novo mecanismo.

“Não invalida. Tínhamos um lado pronto e atraso no outro. Na hora que corrigir, entra no ar. A última previsão era abril”, disse Feitosa ontem. A ANS e o ministério dizem buscar uma solução. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG