Cobrança de pedágio na Régis começa com protesto

Cerca de 36 mil veículos pagaram pedágio ontem, até as 18 horas, no primeiro dia da cobrança em dois trechos da Rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao sul do País. Alguns motoristas protestaram contra a cobrança.

Agência Estado |

Segundo a concessionária que administra a via, 21 mil veículos passaram pela primeira parada, no km 299, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, e 15 mil pela do km 485, em Cajati, perto da divisa com o Paraná.

Alguns motoristas foram pegos de surpresa e outros reclamaram da tarifa. O valor da cobrança. Carros pagam R$ 1,50, motos, R$ 0,75, e caminhões, R$ 1,50 por eixo. O executivo Cláudio Almeida, de 48 anos, que ia de moto buscar um documento em Juquitiba, protestou contra a cobrança na cabine da praça de pedágio no km 299. Ele ficou em pé, ao lado da moto, para impedir que outros motoristas passassem pela praça. “Não faz sentido motociclista pagar. O que da pista estou estragando?”

Já o soldador Gerson Santos Souza, de 47 anos, que não sabia do início da cobrança, desistiu de seguir viagem para Curitiba e voltou para São Paulo. “Não é pelo valor, mas não compensa.” Segundo o superintendente do Consórcio Autopista Régis Bittencourt, Eneo Palazzi, a tarifa será reajustada anualmente. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG