A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), começa a crescer na preferência do eleitorado como candidata à Presidência da República e já ultrapassou, ao menos na pesquisa espontânea, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), pela corrida pelo Palácio do Planalto, segundo pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), porém, segue liderando em todos os cenários em que ele aparece como opção.

Pela primeira vez, segundo o responsável pela pesquisa, Ricardo Guedes, Dilma ultrapassou Aécio na resposta espontânea - aquela na qual os eleitores respondem em quem votariam para presidente sem a apresentação de nenhuma lista. Dilma aparece com 3,6% das intenções de voto, em terceiro lugar, atrás do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 16,2%, e de Serra, com 8,8%. Aécio aparece em quarto lugar, com 2,9%.

Guedes ressaltou que apesar da vantagem numérica, Dilma está tecnicamente empatada com Aécio. O diretor da Sensus avaliou, porém, que o geral da pesquisa mostra uma tendência de crescimento de Dilma. "A ministra está transitando mais, aparecendo mais. Ela vem experimentando um crescimento significativo", declarou.

O avanço de Dilma em relação a Aécio fica também evidente em dois outros cenários feitos pelos pesquisadores. Na pesquisa com lista para o primeiro turno, no cenário em que ela disputaria com o governador de Minas Gerais, ela está atrás de Aécio, mas em situação de empate técnico. A ministra tem 19,9% da preferência contra 22% do tucano. "Como são dois pontos de margem de erro, existe o empate técnico. Calculamos a chance de esse empate acontecer em 38%", explicou.

Dilma, porém, ultrapassou Aécio pela primeira vez em um cenário de segundo turno. Segundo a pesquisa, se esses forem os candidatos que passarem para um eventual segundo turno, Dilma teria 29,1% da preferência contra 28,3% de Aécio. Na pesquisa anterior, feita em janeiro, Dilma ficava atrás de Aécio nessas mesmas condições, com 23,9%, ante 30,4% do governador mineiro.

Apesar do avanço de Dilma e da relativa queda de Aécio, a oposição continua liderando a corrida eleitoral, com o governador José Serra, que cresceu em praticamente todos os cenários apresentados na pesquisa. No quadro para o primeiro turno no qual ele é o candidato tucano à Presidência, ele tem 45,7% das intenções de voto, com crescimento em relação aos 42,8% de janeiro. Dilma, nesta situação, tem 16,3%, ante 13,5% de janeiro. Em terceiro lugar aparece a ex-senadora Heloísa Helena (PSOL), com 11% da preferência (11,2% na pesquisa anterior).

Em eventual segundo turno contra Dilma, Serra também venceria, com 53,5% do eleitorado, ante 50,8% na pesquisa de janeiro para esse mesmo cenário. Já a ministra ainda perderia para Serra, no segundo turno, ao somar 21,3% das intenções de voto. Esse porcentual, no entanto, é superior aos 16,6% de janeiro. O único cenário em que Serra teve uma pequena redução de porcentual foi num eventual segundo turno contra o deputado Ciro Gomes (PSB-CE). Neste quadro, Serra venceria com 49,9% das intenções de voto (50,2% em janeiro) e Ciro perderia com 20,3% (14,7% em janeiro).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.