CNT/Sensus: caso Isabella chama mais atenção que CPI

O caso do assassinato da menina Isabel Nardoni desperta mais interesse da população brasileira do que as investigações da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos, segundo a pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje. Na sondagem, 98,2% dos entrevistados disseram que têm acompanhado ou ouviram falar do crime, enquanto 57,9% afirmaram que têm acompanhado ou ouviram falar da CPI dos Cartões.

Agência Estado |

Para 71,8%, a mídia tem feito a cobertura do caso Isabella "adequadamente, com competência e eficiência", e 24,3% disseram o contrário. Os recentes episódios dos brasileiros barrados ao tentarem entrar na Espanha também tiveram acompanhamento maior da população que a CPI dos Cartões Corporativos. Dos entrevistados, 69,2% afirmaram que têm acompanhado ou ouviram falar desse problema. Desse total, 69,7% afirmaram que os episódios registrados na Espanha demonstram preconceito em relação aos brasileiros, e 24,5% disseram que esses casos mostram que a Espanha está somente proibindo a entrada irregular de brasileiros.

Durante a pesquisa foi feita uma pergunta também sobre a recém-fundada TV Pública, 33,3% disseram que têm acompanhado ou ouviram falar do assunto; e 62% responderam que não ouviram falar disso. Na pesquisa realizada em outubro de 2007, o número dos entrevistados que disseram não ter ouvido falar da TV Pública foi de 67,6%. Na pesquisa divulgada hoje, 8,5% afirmaram que assistem "freqüentemente" às programações de emissoras públicas de televisão, 21,9% disseram que fazem isso "às vezes", e 61,8% afirmaram que não assistem.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG