O ministro Gilson Dipp, chefe da corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), participou ontem de audiência pública em Maceió sobre a atuação do Judiciário no Estado. Na ocasião, ele recebeu um relatório sobre irregularidades praticadas por cartórios.

Segundo denúncia a ser entregue ao CNJ, foram encontradas irregularidades em 67 dos 242 cartórios fiscalizados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.