Zed e inaugura novo teatro no Japão - Brasil - iG" /

Cirque du Soleil estréia espetáculo Zed e inaugura novo teatro no Japão

Tóquio, 1 out (EFE).- O Cirque du Soleil apresenta hoje no Japão a estréia mundial de sua última obra, ZED, em um teatro próprio na Disneylândia de Tóquio, onde combinará as artes circenses com luz, música e movimentos corporais.

EFE |

Cerca de três anos de trabalho e 14 bilhões de ienes (US$ 132 milhões) foram necessários para construir o espetacular teatro em forma de circo com capacidade para 2.170 espectadores, que também será inaugurado hoje com "Zed", seu nono espetáculo permanente.

Um grande efeito de luzes, cores e sons dá vida a esta obra, que o Cirque du Soleil define como uma viagem por dois universos opostos, o céu e a terra, mas que vivem em harmonia.

É um mundo imaginário pelo qual viaja Zed, um personagem que se aventura em uma viagem de iniciação, acompanhado por músicas do Mediterrâneo, do Cáucaso e da Irlanda.

A nova obra do Cirque du Soleil, apresentada previamente à imprensa em um ensaio geral, foi criada por uma equipe de 13 profissionais dirigidos por François Girard, diretor de filmes como "O violino vermelho" e "Seda".

Girard, um dos autores de "Zed", explica que sua aposta foi por conseguir um diálogo entre os artistas e a platéia.

Para dar vida ao espetáculo, o Cirque du Soleil selecionou 70 artistas e acrobatas procedentes de Rússia, Espanha, China, Colômbia, Argentina e Brasil.

Estão programadas 380 apresentações anuais, ou seja, uma ou duas por dia em um teatro cujo interior simula um astrolábio gigante, que relembra a época do Renascimento e o mundo de Leonardo da Vinci.

Para conseguir sua aparência externa de um picadeiro, a fachada do teatro consta de linhas verticais que combinam grandes vidraças com paredes de ferro de cor branca, projeto realizado em Montreal e inspirado na arquitetura japonesa.

Agora só falta os japoneses - que receberam muito bem o ensaio geral - assistirem a este espetáculo de mais de duas horas de duração e cujo ingresso custa entre 6 mil e 18 mil ienes (US$ 56 e US$ 170, respectivamente).

Após inaugurar este teatro em Tóquio, o Cirque du Soleil deve continuar sua expansão pelo continente asiático, com previsão de estréia para o final de 2009 em Macau (China) de seu terceiro teatro na Ásia. EFE cej/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG