Ciro Gomes critica postura do PSB sobre candidatura à Presidência

Sentindo-se pressionado pelo PSB para desistir da corrida presidencial, o deputado federal Ciro Gomes (CE) desabafou nesta quinta-feira em seu blog pessoal. O parlamentar questionou o caminho tomado até agora pelo seu partido, mas reafirmou que cumprirá a decisão da legenda sobre o lançamento da sua candidatura ao Palácio do Planalto, seja ela qual for. Na próxima semana, Ciro se reunirá com lideranças do PSB para definir seu destino eleitoral.

Agência Estado |

"A pouco mais de 60 dias do prazo final para as convenções partidárias, eu não consigo entender o que quer de mim o meu partido", afirmou Ciro. "O que é o PSB? Um ajuntamento como tantos outros, ou a expressão de um pensar audacioso e idealista sobre o Brasil?", questionou.

Ainda no texto, cujo título é "A história acabou?", Ciro deu a entender que está descontente com a pressão que estaria sofrendo para deixar a disputa eleitoral. "Jamais imaginei, após trinta anos de vida pública, viver uma situação política como a em que me encontro", queixou-se.

Em defesa da sua candidatura, o pessebista citou o seu desempenho nas últimas pesquisas de intenções de voto, nas quais figura em terceiro lugar, e criticou os partidos dos seus principais concorrentes na corrida eleitoral: o PT da ex-ministra Dilma Rousseff e o PSDB do ex-governador paulista José Serra. "A se dar crédito às pesquisas eleitorais, eu estaria falando por algo ao redor de 15 milhões de brasileiros", lembrou.

Ciro repetiu que levará sua candidatura até o fim dentro do PSB e acolherá a decisão do partido, mas fez um alerta: "Se for derrotado, respeito. Mas amanhã algum brasileiro mais atento dirá que alguns não se omitiram quando se quis tirar o povo da jogada."

O deputado provocou ainda os adversários, afirmando que, diferente deles, não conta com a máquina pública a seu favor. "Não disponho de máquina como as portentosas estruturas do governo federal ou do governo de São Paulo", afirmou.

De acordo com Ciro, o cenário mais provável é de que as eleições presidenciais se transformem em "briga provinciana dos políticos de São Paulo".

Leia mais sobre: Ciro Gomes  - eleições 2010

    Leia tudo sobre: ciro gomes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG