Ciro fala sobre motivos da transferência de domicílio

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) disse, hoje, em Fortaleza, que um dos motivos para a transferência de seu domicílio eleitoral para São Paulo foi a ameaça de impugnação de uma eventual candidatura dele à Presidência da República. De acordo com Ciro, o fato dele ser irmão do atual governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), poderia ser motivo para que seus opositores o tirassem da disputa.

Agência Estado |

Ele fez questão de afirmar que mudou contra a sua vontade. E se dirigindo ao povo do Ceará, disse: "Não se preocupe. Eu sei o que estou fazendo".

Esta foi uma das três razões apontadas por ele para a mudança do título do Ceará para São Paulo. E a de "menor importância", segundo o próprio fez questão de avaliar durante coletiva para a imprensa, realizada no final da manhã, na Assembleia Legislativa do Ceará.

A razão primeira, apontou, foi o pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Num dos cenários para 2010, ele (Lula) avaliava esse gesto como necessário", disse Ciro. O outro motivo, segundo ele, foi uma avaliação feita pelo PSB de que para viabilizar sua candidatura a presidente, Ciro precisaria aprofundar suas relações com São Paulo, "pelo fato de ser o Estado mais importante do Brasil em alguns argumentos". "Na economia, São Paulo representa próximo de 40% do PIB brasileiro. A força do trabalho brasileiro. Ali estão as sedes de todas as grandes centrais sindicais do País. A cultura. Ali está a maior fonte de produção cultural ao lado do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. E a população. São Paulo representa, sozinho, 22,5% de todos os eleitores brasileiros", enumerou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG