desequilibrada agressão - Brasil - iG" /

Ciro diz que Dilma é alvo de desequilibrada agressão

BRASÍLIA ¿ O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) justificou seu resultado na pesquisa de intenção de voto CNI/Ibope, divulgada nesta terça-feira, como um reflexo de seu trabalho. Além disso, lembrou que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, está sendo prejudicada por receber ¿desequilibrada agressão¿.

Christian Baines, repórter em Brasília |

    Agência Brasil
    Ciro tem 14% das intenções de voto
    Ciro: 14% das intenções de voto
    Eu acho que há contra a Dilma um fenômeno que já aconteceu comigo, que é uma desequilibrada agressão contra ela. Um processo de difamação permanente, grave. Que é só a tentativa de obstruir a projeção da liderança do projeto que o Lula representa. A Dilma não tem sossego, afirmou ao sair da reunião de comissão especial de análise do regime de partilha da exploração do pré-sal, na Câmara.

    Ciro lembrou que chegou a Brasília na madrugada desta terça-feira de uma visita ao Estado do Tocantins e disse que já está em campanha faz muito tempo. Eu vivo em campanha.

    O parlamentar reafirmou seu desejo de se candidatar à presidência da República, mas garantiu que essa escolha será realizada pela direção do seu partido e que não está descartada a possibilidade de se candidatar ao governo do Estado de São Paulo.

    Eu já estou dito candidato faz tempo. Todo mundo sabe que eu dependo apenas do passar do tempo e da decisão, que a última palavra será dada pelo meu partido. Sob o ponto de vista de intenção pessoal minha, está muito afirmado isso, afirmou.

    A pesquisa CNI/Ibope apontou Ciro em empate técnico com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, no segundo lugar, com 14% das intenções de voto, em cenário liderado pelo governador tucano de São Paulo, José Serra. Segundo o deputado federal, há um acordo entre seu partido e o PT em que eles decidirão em fevereiro do ano que vem se haverá uma candidatura única ou se Ciro e Dilma serão adversários.

    Tínhamos combinado que íamos analisar o evoluir dos fatos, mês a mês, a alta direção do meu partido PSB e do PT. Temos mais ou menos aprazado que vamos ter uma decisão final em fevereiro do ano que vem. Isso é o que acertamos. Se teremos a minha candidatura e a dela juntos ou não.

    Na opinião de Ciro, a melhor escolha é lançar duas candidaturas. A melhor prática para nós, que queremos dar continuidade ao projeto do presidente Lula, é apresentar duas candidaturas. Esse resultado reforça a apropriação daqueles que, como eu, consideram desde sempre que a realidade brasileira não se acomoda a um quadro norte-americano de democratas contra republicanos.

    Leia também:

    Leia mais sobre Ciro

      Leia tudo sobre: eleiçõeseleições 2010ibope

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG