Ciro diz que decide se disputa governo de SP até dia 20

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) decide dia 20 de setembro se disputa a eleição para o governo de São Paulo no ano que vem. O prazo foi anunciado por ele mesmo, ao desembarcar esta tarde, em Fortaleza.

Agência Estado |

"Até essa data, eu decido se transfiro ou não meu domicílio eleitoral para São Paulo", garantiu. Hoje à noite, ele acompanha o lançamento do documentário "Waldick sempre no meu coração", filme produzido e dirigido por sua mulher, a atriz Patrícia Pillar. Aos jornalistas, Ciro reafirmou a disposição de ser candidato à Presidência.

"Se depender de mim, sou candidato à Presidência da República". Mas ainda está pensando se concorre ao governo paulista. "Pediram para eu examinar essa possibilidade, na medida em que o sonho primeiro do presidente Lula era organizar todas as nossas forças numa única candidatura", comentou. E em seguida acrescentou: "Eu tenho dito a ele que isso é uma tática errada e que a percepção que eu tenho dos problemas do Brasil é diferente que resulta na coalizão com do PT com o PMDB hoje", disse Ciro.

Ciro argumentou que sua candidatura para o governo de São Paulo ou à Presidência da República "é para impedir que o Brasil dê para trás". Elogiou o governo de Lula, dizendo que "tudo está melhorando". E em seguida ponderou: "Mas, evidentemente, a obra só começou e a gente tem os números para demonstrar isso. Nós não podemos deixar o Brasil voltar ao passado". E voltou a criticar os governos anteriores ao do presidente Lula. "Venderam tudo, quebraram o País, deixaram o Brasil sem energia elétrica, destruíram o nosso sistema público de educação e isso tudo está sendo consertado. Tem muitos avanços, mas tem muita coisa para fazer ainda", finalizou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG