Candidato à presidência da Câmara, o deputado Ciro Nogueira (PP-PI) não mede palavras para atacar seu principal adversário à sucessão de Arlindo Chinaglia (PT-SP), o peemedebista Michel Temer (SP), e já dá como certa a construção de uma aliança para derrotar o paulista, em eventual segundo turno.

Em seu quarto mandato na Casa, Ciro diz que Temer não é uma figura isenta para comandar a Câmara, porque tem indicados em órgãos do governo e assume compromissos tanto com o Planalto quanto com a oposição para exclusivamente ampliar seu espaço de poder pessoal.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.