Cinzas de Zélia Gattai são colocadas no jardim de casa

Familiares e amigos próximos da escritora Zélia Gattai promoveram hoje, em Salvador, uma cerimônia restrita para o depósito das cinzas dela. Zélia morreu no sábado, aos 91 anos, de falência de múltiplos órgãos.

Agência Estado |

As cinzas, recolhidas hoje pelo filho da escritora João Jorge Amado, no Cemitério Jardim da Saudade, foram depositadas no pé da mangueira do quintal da famosa Casa do Rio Vermelho, onde ela e o marido, o escritor Jorge Amado, viveram até a morte deste, em 2001. Sob a mesma mangueira, símbolo do casamento do casal, haviam sido depositadas as cinzas de Jorge Amado. Para João Jorge Amado, o momento marcou a união eterna dos pais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG