Cinema: Argentina comemora recorde em Festival de Cannes

BUENOS AIRES, 13 MAI (ANSA) - Personalidades das artes e espetáculos da Argentina fizeram festa na embaixada francesa de Buenos Aires para celebrar a farta delegação de diretores e atores que viajarão ao Festival de Cannes. A Argentina atinge um feito histórico ao levar dois filmes à seleção oficial da competição: A Mulher Sem Cabeça, de Lucrecia Martel, e Leonera, de Pablo Trapero.

Agência Ansa |

Somente a França havia atingido a marca de duas produções na corrida pela Palma de Ouro. Segundo contou Liliana Masure, presidente do Instituto Nacional de Cinema e Artes Audiovisuais (Incaa), outro recorde quebrado pelos portenhos veio com o convite de nove filmes argentinos para as diferentes seções paralelas do 61º Festival de Cannes.

Os dois cineastas em competição rumo à França não são totalmente desconhecidos de Cannes, já que Lucrecia Martel participou do festival em 2004, com "Niña Santa", enquanto Trapero levou seu "El Bonaerense", no mesmo ano, à seção paralela "Um certo olhar".

Os outros filmes argentinos presentes em Cannes serão "Liverpool" de Lisandro Alonso, "Acné" de Federico Veiroj, "Salamandra" de Pablo Aguero, "La Sangre Brota" de Pablo Fendrik, e os curtas "Oir tu Grito" de Pablo Lamar, "El Reloj" de Marco Berger e "La extranjera" de Fernando Diaz. (ANSA)

Leia mais sobre: Festival de Cannes

    Leia tudo sobre: festival de cannes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG