Cinegrafista da TV Record sai do estado de coma

O cinegrafista da TV Record, Alexandre Silva de Moura, que ficou ferido após a queda do helicóptero da emissora no último dia 10 na zona sul de São Paulo, saiu do estado do coma induzido, segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira.

Agência Estado |

Alexandre, que está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, apresenta recuperação neurológica, porém, ainda permanece com auxílio de suporte respiratório mecânico, informou o boletim.

O quadro geral de saúde da vítima do acidente é considerado regular, com importante recuperação sistêmica global. De acordo com o hospital, Alexandre, de 36 anos, já demonstra consciência e se comunica por meio de gestos.

Futura Press

Helicóptero da TV Record ficou completamente destruído após acidente

O acidente

Conforme informações da Record, o helicóptero modelo Esquilo prefixo PT-YRE operava normalmente, atendendo aos telejornais da manhã, quando o piloto relatou dificuldades durante o voo. Em seguida, o contato com o equipamento foi perdido.

Então, o helicóptero começou a rodopiar no ar e caiu em uma pista gramada do Jockey . Quem passava pelo local, pôde observar bastante fumaça saindo na aeronave. Os bombeiros enviaram cinco equipes para o socorro.

O piloto da aeronave Rafael Delgado Sobrinho, de 45 anos, morreu no local e o cinegrafista Alexandre Silva de Moura, conhecido como "Alexandre Borracha", de 36 anos, ficou gravemente ferido.

Leia mais sobre: acidente aéreo

    Leia tudo sobre: acidente aéreohelicóptero

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG