O cinegrafista da TV Record, Alexandre Silva de Moura, de 36 anos, ferido após um acidente de helicóptero hoje, em São Paulo, apresentou piora nos padrões hemodinâmicos e teve de passar por uma reposição sanguínea. O piloto Rafael Delgado Sobrinho, de 45 anos, morreu no acidente.

Segundo boletim do Hospital Itacolomy, no Butantã, Alexandre permanece em coma induzido. O estado de saúde dele é considerado grave e instável.

O cinegrafista chegou ao hospital por volta das 7h45 de hoje, após ser resgatado pela equipe médica do Jockey Club, onde o helicóptero da emissora caiu no começo da manhã.

Alexandre passou por exames e apresentou quadro de contusão no tórax, fratura nas costelas, nas vértebras lombares, de maxilar, trauma abdominal fechado, além de trauma crânio-encefálico e hemorragia cerebral.

Em nota, a rede Record informou que "a aeronave estava operando normalmente, atendendo a todos os telejornais da manhã, em sobrevoo pela cidade de São Paulo, quando a equipe relatou dificuldades. Em seguida perdemos o contato com o aparelho".

Futura Press

Helicóptero ficou completamente destruído

O acidente

Conforme informações da Record, o helicóptero modelo Esquilo prefixo PT-YRE operava normalmente, atendendo aos telejornais da manhã, quando o piloto relatou dificuldades durante o voo. Em seguida, o contato com o equipamento foi perdido.

Então, o helicóptero começou a rodopiar no ar e caiu em uma pista gramada do Jockey. Quem passava pelo local, pôde observar bastante fumaça saindo na aeronave. Os bombeiros enviaram cinco equipes para o socorro. As causas do acidente ainda não são conhecidas.

Pane

O comandante do helicóptero da TV Globo, Dato de Oliveira, que sobrevoava a mesma região onde estava o helicóptero da Record, contou que conversou com o piloto Rafael Sobrinho momentos antes do acidente. Segundo Oliveira, ele disse que estava com pane no rotor de cauda, equipamento que mantém o controle da aeronave.

Ainda de acordo com Oliveira, Sobrinho avisou que iria tentar fazer um pouso de emergência, mas não houve tempo hábil para isso. No momento, os dois capturavam imagens de um assalto na avenida Morumbi.

Assistência às famílias

Por meio de nota oficial, a Record disse que "lamenta o acidente" e , no momento, tem como preocupação "confortar e oferecer toda a assistência às famílias dos colegas". "A Rede Record está empenhada junto às autoridades para esclarecer as causas deste acidente", acrescenta a nota.

*Com informações da Agência Estado

Assista ai vídeo sobre o acidente:

Leia mais sobre: acidente aéreo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.