Permanece grave o estado de saúde do cinegrafista da TV Record, Alexandre Silva de Moura, de 36 anos, que ficou gravemente ferido após a queda do helicóptero da emissora, na manhã de ontem, na zona sul de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa do hospital Albert Einstein, o quadro do paciente é estável.

Alexandre está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em coma induzido. Não há previsão de cirurgia.

Alexandre passou na noite de ontem por intervenções cirúrgicas para controle de hemorragia na região torácica, abdominal e do inchaço cerebral. O cinegrafista foi transferido em estado gravíssimo do Hospital Itacolomy na noite de ontem para o Einstein. Ele foi vítima de politraumatismo causado por queda de helicóptero, e passou por uma tomografia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.