Cineasta francês Claude Berri morre aos 74 anos

Paris, 12 jan (EFE).- O diretor e produtor de cinema francês Claude Berri morreu hoje aos 74 anos no hospital de Salpétrière, em Paris, devido a um acidente vascular cerebral, como seu agente explicou em um breve comunicado sobre o cineasta, que fora internado a noite de sábado.

EFE |

Nascido em 1º de julho de 1934 em Paris, Berri havia sofrido um acidente cerebral vascular em 2006.

Produtor de filmes como "Tess - Uma Lição de Vida" (1979), de Roman Polanski; "O Amante" (1992), de Jean-Jacques Annaud; e "A Reinha Margot" (1994), de Patrice Chireau; Claude Berri também ganhou um Oscar em 1965, pelo curta-metragem "Le Poulet".

Sua extensa filmografia como diretor inclui filmes como "Tchau, Mané" (1983), "Jean de Florette" (1986), "A Vingança de Manon" (1986), "Germinal" (1993) e "Une femme de ménage" (2002).

Seus sucessos mais recentes foram "Ensemble, c'est tout" (2007) e "Bienvenue chez les Ch'tis" (2008).

Para o presidente da França, Nicolas Sarkozy, hoje morreu "a figura mais lendária do cinema francês" e o "grande embaixador da sétima arte francês" no mundo todo.

Em comunicado divulgado pelo Palácio do Palácio do Eliseu, Sarkozy especifica que todos que lhe conheceram "estão de luto por um homem de personalidade que seguirá sendo um modelo a seguir para muitos". EFE pi/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG