Cinco reeducandos fugiram correndo, na madrugada de hoje, do presídio Presídio Cyridião Durval, na periferia de Maceió. Eles serraram as grades do módulo sete da unidade e fugiram a pé em direção aos conjuntos habitacionais existentes no entorno do complexo penitenciário, que fica vizinho ao campus da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), no bairro Tabuleiro dos Martins.

Segundo a Intendência Geral do Sistema Prisionalo, dois dos cinco fugitivos foram recapturados. Três presos estão sendo procurados.

Os fugitivos foram identificados como Valmir Araújo da Silva, Marcos Roberto da Silva e José Cícero Dionísio. Todos são considerados de alta periculosidade. A identidade dos dois recapturados não foi divulgada. Uma sindicância será instaurada para apurar como se deu a fuga e se houve facilitação. Segundo a assessoria da Intendência Geral do Sistema Prisional, o gerente-geral da unidade, capitão André Dias, acredita que no momento da fuga o agente penitenciário que deveria estar vigiando o módulo estava dormindo.

Os agentes penitenciários de Alagoas estão em greve há três meses, reivindicando reajuste salarial e melhores condições de trabalho. O governo do Estado acusa a categoria de radicalismo e pediu a ilegalidade da greve, mas esta semana a Justiça declarou a legalidade do movimento. Porém, não há nenhuma reunião marcada para a retomada das negociações entre as partes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.