Cinco pessoas são presas durante operação contra falsificação de remédios na Paraíba

JOÃO PESSOA ¿ A polícia prendeu cinco pessoas nesta quinta-feira em João Pessoa, na Paraíba, durante a Operação Sequela, deflagrada para combater a venda de remédios falsificados e contrabandeados nas drogarias do município.

Redação |

Segundo o promotor Francisco Glauberto Bezerra, uma farmácia foi fechada, na tarde de quarta-feira, no bairro das Indústrias, em João Pessoa. O dono do estabelecimento foi preso e dentre as irregularidades encontradas estava a comercialização de um medicamento falsificado utilizado para o tratamento da disfunção erétil.

Nesta quinta-feira, mais quatro proprietários de farmácias foram presos e mais remédios foram apreendidos. Encontramos cinco tipos de medicamentos que só poderiam ser distribuídos na rede hospitalar do SUS (Sistema Único de Saúde). Eles foram desviados e estavam sendo comercializados nas farmácias, afirmou o promotor.

A Operação Sequela é coordenada pelo Ministério Público (MP) na Paraíba e conta com o apoio da  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), das Vigilância Sanitária, do Procon e das polícias Civil, Militar e Federal.

Conforme o MP, o nome da operação foi escolhido para alertar as pessoas sobre os riscos desses medicamentos que, quando não matam, deixam sequelas.

Leia mais sobre: remédios falsificados


    Leia tudo sobre: falsificaçãoremédios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG