Cinco anos de prisão para mulher que roubou Charlton Heston

Uma funcionária de uma consultoria de administração de empresas acusada de roubar milhares de dólares do ator Charlton Heston e do produtor de televisão Stephen J. Cannell se declarou culpada nesta sexta-feira e foi condenada a cinco anos de prisão, informou uma fonte judicial.

AFP |

Segundo a procuradoria do distrito de Los Angeles, Sharon Walker, de 56 anos, admitiu a malversação de 157.000 dólares de Heston, que morreu em 5 de abril passado, aos 84 anos, e de 567.000 dólares de Cannell.

Sharon foi detida em abril sob as acusações de malversação, falsificação e sonegação fiscal.

O juiz da Corte Superior de Los Angeles David Horwitz sentenciou Walker a cinco anos e quatro meses de prisão e a devolver todo o dinheiro roubado das vítimas, além de 81.000 dólares sonegados ao estado da Califórnia.

pb/LR/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG