Cientistas seqüenciam genoma Nobel por U$ 1 milhão

Em apenas dois meses, cientistas seqüenciaram o genoma do biólogo americano James Watson, um dos descobridores da estrutura do DNA e vencedor do Prêmio Nobel de Medicina em 1962. O processo custou US$ 1 milhão.

Agência Estado |

O geneticista Craig Venter foi o primeiro ser humano a ter seu genoma descrito - por um custo cem vezes maior. Divulgado na revista Nature desta semana, o novo trabalho marca um importante avanço na viabilização da tecnologia para fins terapêuticos.

O preço ainda é alto. Mas, em entrevista, o engenheiro biomédico Jonathan Rothberg, co-autor do artigo, manifesta otimismo. Ele inventou o Método de Seqüenciamento 454, responsável pela diminuição de prazos e custos. "Gastamos US$ 1 milhão para seqüenciar Watson em 2007. Hoje, custaria US$ 200 mil e ficaria pronto em duas semanas', afirma. "Provavelmente, sairá por menos de US$ 2 mil daqui a seis anos." O estudo é fruto de parceria da Faculdade Baylor de Medicina, em Houston, Texas (EUA), com a empresa 454 Life Sciences, fundada por Rothberg e ligada à Roche Diagnostics.

O biólogo brasileiro Fernando Reinach considera muito importante reduzir o custo do procedimento. "Ajuda pouco saber que a alteração em um determinado gene está relacionada à manifestação de certa doença", afirma. "É preciso um método economicamente viável para verificar se uma pessoa tem o gene anômalo." Reinach lembra que a tabela que relaciona as características genéticas às doenças ainda é muito incipiente.

Mesmo assim, o artigo prenuncia as futuras aplicações da técnica. "Encontramos muitos genes em Watson que, se estivessem duplicados, poderiam causar graves doenças", afirma Rothberg, sem ignorar os dilemas éticos que acompanham esse conhecimento. "Algumas pessoas realizarão o teste antes de casar para verificar se são "geneticamente compatíveis" com seus parceiros, para evitar doenças nos filhos." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: saúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG