A segunda análise do resultado da vacina contra a aids, anunciada no fim de setembro, sugere que a redução dos casos de infecção é de 24%, e não 31% como foi anunciado. Pesquisadores disseram à revista Science que, ao excluir da análise os pacientes que não seguiram o regime experimental, a eficácia da vacina diminuiu.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.