Washington, 3 ago (EFE).- A menor serpente do mundo, de cerca de 10 centímetros de comprimento e tão fina quanto um espaguete, foi descoberta na ilha caribenha de Barbados por Blair Hedges, um biólogo da Universidade Estatal da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Hedges disse que a espécie de Barbados é nova para a ciência dada suas diferenças genéticas em relação a outras serpentes, sua cor e o desenho de sua pele, informou hoje a Universidade americana em seu site.

O cientista também assegurou que outras velhas espécies do museu foram identificadas erroneamente por outros especialistas e pertencem na realidade à recém descoberta.

Hedge encontrou o minúsculo réptil em uma pequena floresta de Barbados.

O cientista disse crer que se trata de uma espécie rara, dado que seu habitat foi substituído por prédios e fazendas.

"A destruição do habitat é uma grande ameaça para a biodiversidade no mundo todo", disse Hedge em comunicado emitido por essa universidade da Pensilvânia.

Ao longo de sua carreia, o especialista descobriu mais de 65 novas espécies de anfíbios e répteis no Caribe.

Segundo a universidade, o novo achado será publicado amanhã na revista científica "Zootaxa". EFE tb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.