Cientista brasileiro ganha prêmio da Opas em medicina e saúde pública

O professor do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), Cesar Gomes Victora, conquistou o Prêmio Abraham Horwitz, concedido anualmente pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) ao profissional de maior destaque em medicina e saúde pública na América Latina e no Caribe. O cientista brasileiro, que atua especialmente na área de saúde materno-infantil, recebeu o prêmio no último dia 29, em Washington, nos Estados Unidos, durante a reunião do conselho da Opas, instituição vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Agência Estado |

Além da premiação, Victora se tornou o primeiro brasileiro eleito para a presidência da Associação Internacional de Epidemiologia (IEA). A eleição ocorreu durante o 18º Congresso Mundial de Epidemiologia, realizado também em setembro, em Porto Alegre, e o brasileiro assumirá o cargo no próximo congresso, em 2011, em Edimburgo, na Escócia.

De acordo com Victora, o prêmio internacional e a eleição para a presidência da IEA são resultado de extensos trabalhos sobre a saúde infantil em países de baixa renda e estudos sobre a desigualdade relacionada a indicadores materno-infantis. “Esse reconhecimento representa um trabalho que não é só meu, mas de todo o grupo de epidemiologia da Ufpel e que inclui uma longa série de estudos epidemiológicos feita nos últimos 25 anos”, disse Victora.

Um dos principais trabalhos coordenados pelo professor, que já atuou como pesquisador ou consultor em mais de 40 países, assessorando a OMS e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), foi um estudo prospectivo que acompanha, há mais de 25 anos, todas as mais de 6 mil pessoas nascidas em Pelotas (RS) em 1982. As informações são da Agência FAPESP.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG