Los Angeles, 19 ago (EFE).- As autoridades da cidade americana de Glendale, próxima a Los Angeles, pedirão para que a família de Michael Jackson arque com as despesas do enterro do rei do pop, previsto para o próximo dia 29, informou hoje a imprensa local.

As autoridades municipais encomendarão ao cemitério Forest Lawn o custo das medidas de segurança e de outros serviços que porão à disposição dos parentes do cantor para a cerimônia. Em último caso, assumirão a quantia.

A medida segue a decisão tomada no mês passado pela cidade de Los Angeles, que cobrou US$ 1 milhão dos Jackson pelos serviços prestados para a organização do funeral público no pavilhão Staples Center.

O interesse de arrecadação foi muito criticado então por alguns setores que consideraram que a cidade se beneficiava em dobro, já que o evento teve alcance mundial e promoveu Los Angeles.

Mais de três mil policiais foram destacados para a segurança daquela homenagem, mas as autoridades de Glendale consideram que o enterro não vai exigir tanto pessoal.

"É muito cedo e as coisas podem mudar, mas não achamos que precisaremos de um número significativo de agentes ou de recursos da cidade", disse o sargento Tom Lorenz do departamento de Polícia de Glendale.

Michael Jackson será enterrado na manhã do dia 29 de agosto, quando completaria 51 anos, em cerimônia íntima em um mausoléu privado do cemitério Forest Lawn de Glendale, onde também foram sepultadas estrelas de Hollywood como Clark Gable e Jean Harlow. EFE fmx/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.