Ciclone extratropical provoca ventanias no RS

A chegada de uma frente fria e, em seguida, a formação de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico provocaram algumas chuvas torrenciais e ventanias no Rio Grande do Sul entre a noite de ontem e a manhã de hoje. Em Cachoeira do Sul, em fenômeno isolado, ocorreu um vendaval que arrancou telhas de 20 casas e de uma indústria da localidade de Vila Ferreira, na noite de quinta-feira.

Agência Estado |

Os efeitos da frente fria e do ciclone foram mais sentidos nos municípios de Santa Vitória do Palmar e Chuí, na fronteira com o Uruguai, onde a chuva do meio-dia de quarta-feira até o meio-dia de hoje chegou a 220 milímetros, volume correspondente à média de dois meses de precipitação na região. O vento provocado pelo ciclone chegou durante a madruga. As rajadas atingiram 104 quilômetros por hora. Os bombeiros tiveram de atender dez ocorrências de casas destelhadas nas duas cidades.

Todo o litoral e a metade sul do Estado passaram o dia sob ventanias, que, no entanto, não deixaram desabrigados. Em Porto Alegre, onde as rajadas de vento chegaram a 76 quilômetros por hora, uma árvore caiu sobre uma casa na zona sul. O maior número de transtornos ocorreu com a rede elétrica. No final do dia, as equipes das distribuidoras ainda estavam fazendo reparos em 700 pontos da capital e região metropolitana e em 3,5 mil de cidades da metade sul, entre as quais Pelotas, Caçapava do Sul, Rosário e Alegrete.

O ciclone começou a se afastar do Estado ainda nesta quinta-feira e deixará poucos efeitos para amanhã, quando, segundo o 8º Distrito de Meteorologia prevê tempo nublado a parcialmente nublado, com vento de fraco a moderado. Há possibilidade de chuva em áreas isoladas do nordeste do Estado. A temperatura cai moderadamente, devendo variar entre 10ºC e 30ºC.

São Paulo

A Climatempo Meteorologia informou hoje que um ciclone extratropical entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul, associado a uma frente fria, avança pelo Sul do Brasil e amanhã provoca ventos fortes e grandes ondas pela costa sul e sudeste nas próximas 48 horas. Segundo a Climatempo, as ondas podem chegar a 2 metros em praias do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, o fim de semana terá ondas que podem chegar a 1 metro e meio.

A meteorologia informa que a frente fria que chega ao litoral paulista nesta sexta-feira vai aumentar as condições de pancadas de chuva na capital a partir da tarde. "Pode até chover forte em algumas áreas do Estado, inclusive na Grande São Paulo, mas a temperatura continua alta como nos últimos dias", afirmou a meteorologista Josélia Pegorim. No fim de semana, a frente fria passa pelo litoral do Rio de Janeiro, afastando-se para o alto-mar. "Mas a sensação de calor será grande durante todo o fim de semana", destacou Josélia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG