Chuvas provocam suspensão de aulas em Salvador

SALVADOR - Pelo menos três mil alunos de cerca de 20 escolas estaduais e municipais de Salvador, na Bahia, foram prejudicados nesta semana pelas chuvas que caíram sobre a cidade nos últimos dias. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, durante a semana, cerca de 49 escolas municipais tiveram as aulas suspensas.

Agência Estado |

Nesta sexta-feira, cerca de 12 escolas ainda apresentavam problemas por conta das enchentes e as aulas estavam sendo feitas pelo sistema de rodízio, com algumas salas de aula em condições para o aprendizado.

Segundo a Defesa Civil de Salvador, entre a noite de quinta-feira e a manhã desta sexta-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou um índice pluviométrico de 110 mm, o maior de todo o mês de maio na capital baiana. A previsão é a de que esta sexta o tempo permaneça chuvoso, com variação de temperatura entre 22º e 26º C.

Neste período, a Defesa Civil atendeu a 87 solicitações, a maioria referente a deslizamento de terras. Os bairros mais afetados foram São Cristóvão, São Marcos, Castelo Branco, Periperi e Coutos. Houve também cinco registros de ameaça de deslizamento em pontos das localidades de Coutos, Cabula, Arraial do Retiro e Pau Miúdo.

Também foram registrados cinco desabamentos de imóveis em Tancredo Neves, Castelo Branco, Lobato, Liberdade e águas Claras e 10 ameaças de desabamento em diversos pontos da capital. Em Paripe, Itapuã e Marechal Rondon houve desabamento de muros e outros três muros ameaçam cair no Bairro da Paz, Bonfim e Fazenda Grande do Retiro. Uma árvore caiu no Cabula, outra na Fazenda Grande e um galho caiu no Rio Vermelho.

Leia mais sobre: chuvas no nordeste

    Leia tudo sobre: chuvachuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG