Chuvas provocam desabamento de seis barracos em SP

SÃO PAULO - Pelo menos seis dos 31 barracos da Favela Vitoriana, na zona sul de São Paulo, desabaram com a tempestade de segunda-feira.

Agência Estado |

    As famílias estão desesperadas com medo de que os outros barracos que restaram também sejam destruídos com uma nova tempestade.

    Na manhã desta terça-feira, enquanto a pouca mobília que restou aos moradores secava ao lado de fora dos barracos, as famílias se dirigiam à Escola Municipal Almirante Ari Parreiras, onde pelo menos 15 pessoas estão abrigadas desde segunda-feira. Estamos com medo de que tirem a gente daqui (da escola), mas não temos para onde ir. O barraco desabou, não tenho mais nada, disse Ana Paula Almeida.

    Na manhã desta terça, funcionários da Prefeitura cadastravam as famílias, mas não sabiam informar se receberiam cesta básica nem sequer prometiam transferência do local. Em fevereiro, eles já cadastraram a gente porque aqui é área de risco. Tudo foi para o chão e, mesmo assim, não fizeram nada, diz Francisco de Melo, que também perdeu o barraco com a chuva.

    A Prefeitura reconheceu que a área da favela é de altíssimo risco e informou que desde março foi iniciado o processo de transferência e que o cadastramento das famílias já foi realizado. Enquanto aguardam o trâmite burocrático, as famílias poderão ficar abrigadas na escola municipal até serem transferidas para outro abrigo temporário, uma vez que o colégio municipal passa por reformas. No fim da tarde de ontem, a Prefeitura informou que os 154 moradores da favela receberam 164 colchões, 148 cobertores e 49 cestas básicas. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia mais sobre: chuvas

      Leia tudo sobre: chuvas

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG