Chuvas no Estado do Rio deixam o município de Porciúncula parcialmente ilhado

RIO DE JANEIRO ¿ As fortes chuvas que têm atingido o Estado do Rio de Janeiro nos últimos dias deixam o município de Porciúncula, no norte fluminense, parcialmente ilhado. Segundo a Defesa Civil Estadual, as três vias de acesso à cidade estão intransitáveis devido às águas. Apenas veículos de grande porte e com tração integral nas quatro rodas conseguem acesso ao município por terra.

Redação |

Acordo Ortográfico

De acordo com a Defesa Civil, o abastecimento de água tratada em Porciúncula foi suspenso. A cidade possui pelo menos três mil desalojados e cerca de 300 desabrigados. Na manhã desta quarta-feira, cinco pessoas que estavam ilhadas em suas casas e precisavam ir a um hospital para realizar o tratamento de hemodiálise foram socorridas pelos bombeiros e levadas ao Hospital de Itaperuna.

Segundo a Defesa Civil, a situação continua crítica no Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro por que os rios Muriaé, Carangola, Pombas e Paraíba do Sul, que cortam a região, permanecem muito acima do nível normal. De acordo com o balanço do órgão divulgado hoje, o número total de desalojados no Estado está em torno de 32,5 mil e o de desabrigados em 2,6 mil.

A cidade de Cardoso Moreira segue em estado de calamidade pública. Assim como em Porciúncula, o abastecimento de água tratada no município foi suspenso. Outras 12 cidades estão em situação de emergência. São elas: Itaperuna, Muriaé, Italva, Santo Antonio de Pádua, Campos dos Goytacazes, Natividade, Porciúncula, Cambuci, Aperibé, Bom Jesus de Itabapoana, São Fidélis e Paraíba do Sul.

De acordo com a Defesa Civil, a previsão é que as chuvas continuem no Rio de Janeiro até a próxima sexta-feira. A orientação é para que os moradores evitem as áreas de encosta. Segundo o balanço da secretaria estadual de Saúde, as chuvas dos últimos dias já afetaram mais de 62.720 mil pessoas em todo o Estado.

Veja também:

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvachuvasdesabrigadosdesalojadosenchenterio de janeirotemporais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG