As constantes chuvas que caem desde ontem na Baixada Santista deixaram 40 moradores de áreas que margeiam o Rio Mongaguá desalojados. Eles foram encaminhados na madrugada de hoje para o ginásio Arthurzão, no centro de Mongaguá, depois que suas casas foram invadidas pela água.

Em Santos, houve deslizamento em um morro, mas ninguém ficou ferido.

A expectativa da Defesa Civil é que os desalojados possam voltar para casa amanhã, quando a água tiver baixado. A Prefeitura de Mongaguá informou que as enchentes na cidade ocorrem há vários anos e que está tratando de uma parceria, com o governo do Estado, para resolver o problema.

Em Santos, segundo o Corpo de Bombeiros, o deslizamento de terra atingiu, durante a madrugada, o Morro da Penha. A Defesa Civil realizou o trabalho de contenção da encosta para evitar prejuízos. Ontem à noite, houve ainda um deslizamento de terra na Cota 200, em Cubatão, que não atingiu nenhum barraco, mas comprometeu um antigo muro de contenção. Hoje, o muro foi impermeabilizado pela Defesa Civil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.