Menos de um mês depois de receber alta, o diretor Fábio Barreto voltou a ser internado no hospital Copa DOr, no Rio de Janeiro. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, uma casa vizinha à da família do cineasta corre risco de desabamento devido às http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/04/07/prefeito+do+rio+pede+que+somente+saia+de+casa+quem+tiver+compromissos+inadiaveis+9450384.htmlfortes chuvas que atingiram a cidade e, por isso, transferi-lo para o hospital seria a melhor solução.

AE

O diretor Fábio Barreto: no hospital

Barreto, diretor do filme "Lula, o filho do Brasil", permanece inconsciente desde o grave acidente de carro que sofreu no fim de dezembro em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Embora sem contato com o mundo exterior, ele está clinicamente estável e respira sem ajuda de aparelhos.

É impossível prever o momento em que ele vai acordar e se irá acordar. Há muitos casos de pacientes que acordam até um ano após ter entrado no estado de inconsciência, afirmou em fevereiro, em entrevista ao iG, o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho. Barreto recebeu alta na tarde do dia 22 de março.

Acidente

Fábio Barreto sofreu um acidente de carro na noite do dia 19 de dezembro, em Botafogo, na zona sul do Rio. O cineasta voltava do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), na Ilha do Governador. Ele havia tentado embarcar para o Piauí, onde iria encontrar sua mulher, que participava de um festival de cinema, mas não conseguiu.

Segundo testemunhas, um carro teria fechado o veículo da vítima na entrada do Túnel Velho. Fábio Barreto tentou desviar, mas acabou batendo em uma mureta, voou para outra pista e capotou.

Filho de Luís Carlos Barreto e irmão de Bruno Barreto, também cineastas, Fábio iniciou sua carreira em 1977 e, desde então, já dirigiu 13 filmes. Seu trabalho mais recente é o longa "Lula - O Filho do Brasil", baseado no livro de Denise Paraná, que estreou no dia 1º de janeiro.

A produção causou críticas da oposição, que acusou a produção de ser uma peça de campanha para as eleições presidenciais deste ano. Entre outros filmes dirigidos por Barreto está O Quatrilho, indicado para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1995.

Leia mais sobre: Fábio Barreto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.