As recentes chuvas já provocaram a morte de 42 pessoas e atingiram 1.090.

580 brasileiros em todo o País. O balanço é das coordenadorias da Defesa Civil dos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará, Pernambuco e Santa Catarina. Atualmente, há 184.480 desalojados (aqueles que estão na casa de amigos ou familiares) e 90.098 desabrigados (quem depende de abrigos públicos).

O Ceará apresenta a pior situação, com 75 cidades atingidas e 12 mortes. Os desabamentos e enchentes atingiram 244.462 moradores, expulsando 44.610 deles de suas casas. No Maranhão, foram prejudicados 197.538 habitantes. Sete morreram. O saldo de desalojados é de 40.179 e o de desabrigados, de 26.874. A Bahia contabiliza 7 mortes, 4.972 desalojados e 1.732 desabrigados.

No Amazonas, as chuvas atingiram 47 municípios, desalojando 46.242 pessoas e desabrigando outras 10.196. Oito pessoas perderam a vida. Também foram registradas mortes em Alagoas (4), na Paraíba (2), em Pernambuco (1) e em Santa Catarina (1). O Pará teve 170.095 pessoas afetadas direta ou indiretamente. No Piauí e no Rio Grande do Norte, são 71.860 e 45.308, respectivamente. No Acre, os desabrigados somam 2.105 e os desalojados, 1.695. Em Santa Catarina, 10 cidades acumulam 3.333 desalojados e 217 desabrigados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.