Chuvas deixam municípios sem água e luz no Paraná

O temporal que atingiu as regiões Oeste e Norte do Paraná entre a noite de ontem e a madrugada de hoje provocou novos prejuízos para os sistemas de abastecimento de água e energia elétrica de algumas cidades. Segundo a Agência Estadual de Notícias, 25.

Agência Estado |

890 imóveis apresentam falta de água temporária na região oeste do Estado. A agência também informa que aproximadamente 350 mil unidades consumidoras ficaram sem energia durante a passagem do temporal.

As cidades de Matelândia, Ramilândia, Iguatu, Diamante do Oeste, Santa Helena, Assis Chateaubriand e Santa Tereza do Oeste ficaram sem água, porque as unidades de tratamento e distribuição ficaram sem energia. Em Cafelândia, o sistema produtor está paralisado por problemas operacionais em um dos principais poços que abastecem a cidade.

Em Cascavel, a falta de energia está provocando desabastecimento para os moradores de cinco bairros. Em Assis Chateaubriand, mais de 8 mil imóveis podem ficar desabastecidas esta tarde, pois a água do Rio Alívio apresenta muita turbidez, o que dificulta o processo de tratamento. Por este motivo, a distribuição de água foi reduzida em 50%.

No norte do Paraná, as chuvas afetaram os sistemas de produção e distribuição de Arapongas e Rolândia, também em função da falta de energia elétrica. Não há previsão de retorno. Em Londrina, a queda de energia também provocou falta de água em vários pontos da cidade durante a madrugada.

De acordo com a Agência, o centro operacional da Companhia Paranaense de Energia (Copel), em Cascavel, registrou na manhã de hoje, aproximadamente 30 mil domicílios sem eletricidade, por causa da tempestade. Em torno de 180 equipes de emergência e de construção de redes da Copel, próprias e contratadas, estão mobilizadas para recompor o sistema elétrico da região. De acordo com a agência, quatro torres de transmissão da Copel caíram.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG