Até o momento, 13 cidades decretaram estado de emergência

Mais de 60 mil pessoas estão desabrigadas em Mato Grosso do Sul devido às enchentes, informou a Defesa Civil do Estado. As fortes pancadas de chuva que desde o início do mês têm castigado os municípios sul-mato-grossenses deixou, até o momento, 13 cidades em emergência.

As prefeituras dos municípios Dois Irmãos do Buriti, Rio Verde, Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, e Sidrolândia já anunciaram que devem fazer o mesmo nos próximos dias. Em São Gabriel, os prejuízos com o alagamento de cerca de 30% do total de lavouras de soja pode chegar a R$ 70 milhões. Além disso, alguns pontos do município estão com os acessos totalmente comprometidos por conta da queda de pontes e à estradas não asfaltadas, que ficaram intransitáveis.

De acordo com a prefeitura de São Gabriel, ao menos 36 mil hectares de soja foram afetados, com grãos apodrecendo. Algumas propriedades perderam metade da produção.

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul informou que não houve registro de mortes, apesar do grande número de desabrigados. A Defesa Civil ainda está organizando os dados para estimar os danos.

Na capital Campo Grande, mesmo sem ter famílias desabrigadas, há sinais de prejuízos causados pelas chuvas, como estragos nas redes de captação de água e diversas crateras abertas nas ruas. O prefeito Nelsinho Trad informou que os reparos começam imediatamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.