As chuvas fortes que atingiram o Maranhão nas últimas semanas já afetaram 67.600 pessoas, segundo dados da Defesa Civil do Estado.

Três pessoas morreram por conta das enxurradas. O último corpo de vítima foi encontrado ontem em Coroatá, no interior do Estado. Um homem foi arrastado pela enxurrada e estava desaparecido há três dias. Outros dois corpos foram encontrados em São Luís.

Do total de 67.600 moradores afetados, 10.780 ficaram desabrigados - perderam tudo e têm de se refugiar em abrigos públicos - e outros 13.789 moradores estavam desalojados - podem contar com abrigo na casa de parentes e conhecidos. Segundo estimativa da Defesa Civil, esse número pode ter diminuído para cerca de 45 mil com a volta da população para suas casas. Segundo a Defesa Civil, 12 cidades pediram decretação de situação de emergência. Já foram homologados os pedidos para Trizidela do Vale, Pedreiras e Marajá do Sena, de acordo com a Defesa Civil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.