Chuvas deixam 29 mil alunos sem aulas no Maranhão

Apesar de 29.136 alunos da rede pública estarem sem aulas há quase dois meses por conta das chuvas, o secretário de Educação do Maranhão, César Pires, anunciou hoje que estuda medidas para que o calendário escolar seja cumprido.

Agência Estado |

As enchentes inundaram 19 escolas do Estado. Outras 37 foram transformadas em abrigos. "Determinamos que seja feito um levantamento da estrutura física dessas escolas e a nossa equipe está pronta para rever o calendário, mas todas essas ações dependem da estiagem das chuvas", afirmou Pires, em nota.

O Maranhão registra o maior número de cidades atingidas pelas chuvas no País: 88. O último balanço da Secretaria Nacional da Defesa Civil informou que há 63.166 pessoas desalojadas no Estados e 39.651 desabrigadas. Nove pessoas morreram em desastres decorrentes dos temporais.

Em todo o País os temporais já afetaram 1,3 milhão de pessoas e provocaram 44 mortes. Apenas no Ceará foram 15. Os Estados da Bahia e Alagoas registram sete, cada um. As outras seis ocorreram na Paraíba, em Sergipe, em Pernambuco e em Santa Catarina. Em 13 Estados, mais de 226 mil moradores obrigados a abandonar suas casas estão acomodados em residências de parentes e amigos. Outros 116 mil foram para abrigos públicos.

No Ceará, segundo Estado com o maior número de municípios afetados pelas chuvas, 79, há 35.606 desalojados e 24.609 desabrigados. Já o Piauí tem 60.350 desalojados e 25.860 desabrigados.


Leia mais sobre:
chuvas

    Leia tudo sobre: chuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG