Chuva transborda rios Tietê e Pinheiros; São Paulo tem 32 pontos de alagamento

SÃO PAULO - A chuva que atinge São Paulo nesta terça-feira superou em 80% o esperado para todo o mês, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A tempestade causou o transbordamento dos rios Tietê e Pinheiros, complicou o trânsito e deixou a cidade em estado de atenção. De acordo com o CGE, os rios haviam transbordado pela última vez em maio de 2005.

Redação |

A Marginal Tietê está intransitável na altura das pontes das Bandeiras, Atílio Fontana e Aricanduva, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências. Às 19h20, havia 20 quilômetros de lentidão no sentido Castello Branco desde Hospital Vila Maria.

Na Marginal Pinheiros, os motoristas não conseguem passar na altura da ponte Fepasa. No sentido Interlagos, outro alagamento está a 100 metros antes da rua Tucumã. A via também tem 13 quilômetros de tráfego ruim no sentido da rodovia Castello Branco, desde a avenida Roberto Marinho.

Devido à chuva, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), suspendeu o rodízio de veículos nesta terça-feira.

De acordo com o Inmet, nesta terça-feira choveu quase tudo que se esperava para todo o mês de setembro. Até as 15h, 62,6 milímetros de precipitação foi registrado no dia. A media histórica de precipitação no mês é de 74 mm. A faixa de chuva considerada normal veria entre 42 milímetros e 88 milímetros.

O Inmet afirma que, embora mais fraca, a chuva permanecerá durante todo o dia. A partir de quarta-feira, a chuva fica mais leve, mas não para. Haverá chuvas isoladas até sexta-feira (11/09).

AE
Marginal Pinheiros fica alagada próximo à ponte do Jaguaré nesta terça-feira

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda aos motoristas que evitem circular pelas marginais Tietê e Pinheiros, em razão dos pontos de alagamentos e o transbordamento dos rios.

Alagamentos

A capital paulista registra 32 pontos de alagamento, dos quais 13 intransitáveis. Entre os pontos alagados estão a avenida Macedo Soares, no sentido Ayrton Senna, na altura da rua João Tibiriçá; a avenida do Estado, sentido Santana, na altura da João Teodoro, e a avenida Sumaré com a Marrey Jr, no sentido Sumaré.  

Desabamentos

Pelos menos três desabamentos ocorreram nesta terça-feira em São Paulo em decorrência das chuvas que atingem o Estado. De acordo com a Defesa Civil, uma pessoa morreu após um deslizamento em Osasco. Em outro acidente, na zona leste de São Paulo, foram encontrados os corpos de duas crianças que estavam desaparecidas desde a manhã.

Lentidão

Segundo a CET, a capital registrou, às 19h20, 147 quilômetros de congestionamento, índice considerado acima da média para o horário.  

William Cruz
Chuva na avenida República do Líbano nesta terça-feira

No corredor Norte-Sul, há nove quilômetros de tráfego ruim no sentido Santana, desde o viaduto Joao Juliao da Costa Aguiar até a praça da Bandeira.

A avenida dos Bandeirantes apresenta trânsito lento desde a rua Aliomar Baleeiro até a chegada à Marginal. A avenida Faria Lima tem cerca de quatro quilômetros de trânsito ruim, no sentido de Pinheiros, desde a avenida Juscelino Kubitschek até a rua Pedroso de Morais. 

Devido às fortes chuvas, a CET liberou nesta terça-feira o tráfego na Zona de Máxima Restrição de Caminhões (ZMRC) para veículos de carga nas seguintes vias: rua Monte Pascal, rua Brigadeiro Gavião Peixoto, rua Barão de Jundiaí, rua Clélia, rua Jeroaquara, rua Trajano, Viaduto da Lapa, praça Jácomo Zanella, avenida Ermano Marchetti, avenida Marquês de São Vicente, avenida Norma Pieruccini Gianotti e rua Sérgio Tomas.

A companhia pede aos motoristas que trafeguem ainda com mais cuidado já que as ruas estão molhadas e o risco de acidentes aumentam.

Trens

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informa que há um interdição na linha 7 (Luz-Jundiaí), devido a um deslizamento de terra entre as cidades de Caieiras e Francisco Morato. Para que o transportes dos passageiros continue, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), disponibilizou 40 ônibus que irão até Francisco Morato, de acordo com a CPTM.

Já aos usuários das linhas 10 (Luz- Rio Grande da Serra) e 11 (Luz-Estudantes), a CPTM recomenda que embarquem na estação Brás, devido ao grande número de passageiros na estação da Luz.

AE
Chuva causa alagamentos na capital paulista

Previsão do tempo

Segundo o Intituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade de São Paulo teve a madrugada mais quente do inverno, com registro de temperatura mínima de 19,1ºC.

Nos próximos dias, a frente fria passa pelo Estado de São Paulo, provocando mais chuva em várias localidades. E pelo menos até quinta-feira, ainda há risco de chuva forte no Estado, especialmente no oeste, sudoeste e centro-sul, informa o Inmet. A tendência é de diminuição das chuvas na sexta e no sábado.

Leia também:

Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: acidentechuvatransito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG