Chuva provoca mais deslizamentos e enchentes no Rio

Um temporal voltou a prejudicar o município de Angra dos Reis, no litoral sul do Rio de Janeiro. A chuva que caiu na noite de ontem e na madrugada de hoje provocou um deslizamento de terra que interditou a Rodovia Rio-Santos (BR-101) na altura do quilômetro 477.

Agência Estado |

A pista ficou fechada por algumas horas e liberada no fim da noite de ontem, mas teve que ser fechada pela manhã mais uma vez devido a um alagamento. O trânsito só voltou a fluir normalmente durante a tarde.

O temporal também provocou alagamentos nos bairros de Sapinhatuba, Parque Belém, Japuíba, Pontal e Monte Castelo. Em Sapinhatuba I, um prédio ficou com a estrutura comprometida e foi interditado. Na Ilha Grande, onde deslizamentos provocaram a morte de 32 pessoas na madrugada do dia 1º, a única ocorrência registrada foi a queda de uma árvore na praia de Marataízes. Ninguém ficou ferido.

Mau tempo na capital

Na cidade do Rio de Janeiro, a Defesa Civil registrou 50 ocorrências durante a noite de ontem e na madrugada de hoje - nenhuma com gravidade. A maioria das ligações foi feita de bairros da zona norte da cidade. A Defesa Civil continuava em estado de atenção e recomendou que moradores de áreas de risco se abrigassem em locais seguros.

Durante o temporal, houve pontos de alagamento na Rua dos Inválidos, no centro antigo, e na Rua Rivadávia Correia, na zona portuária. Também se formaram bolsões d'água na Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, e na Rua Saturnino de Brito, no Jardim Botânico, ambas na zona sul.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 99 milímetros de chuva entre a noite de ontem e a manhã de hoje na região metropolitana do Rio. Em Angra dos Reis, o índice foi de 68,4 milímetros no mesmo período. O Inmet manteve para hoje o alerta para novos temporais no Estado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG