Chuva mata ao menos 28 e afeta 1,5 milhão em Santa Catarina

RIO (Reuters) - Enchentes, deslizamentos e acidentes de carro causados pelas fortes chuvas que caem sobre Santa Catarina desde a última semana deixaram pelo menos 28 mortos entre sábado e a manhã de segunda-feira, informou a Defesa Civil do Estado. Quatro municípios estão isolados pelas águas, e mais de 1,5 milhão de pessoas foram atingidas. Na cidade de Blumenau, onde 10 mortes foram confirmadas no fim de semana, o prefeito João Paulo Kleinubing declarou estado de calamidade pública na noite de domingo. A segunda cidade mais atingida do Estado é Jaraguá do Sul, com 7 mortes até o momento.

Reuters |

Também houve mortes causadas pelas chuvas em Brusque, Garuva, Gaspar, Pomerode, Bom Jardim da Serra, Luiz Alves e Rancho Queimado, de acordo com o a página da Defesa Civil na Internet. Quase 20 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas.

Segundo um funcionário da Defesa Civil na capital Florianópolis, as chuvas fortes começaram no último dia 20, e as primeiras mortes apareceram a partir de sábado. A previsão do tempo indica uma diminuição no nível de chuva nos próximos dias, segundo ele.

"Continua chovendo bastante, mas a tendência é diminuir", disse o funcionário por telefone. "Hoje melhor do que ontem, e amanhã melhor do que hoje."

Helicópteros e botes a motor estão sendo utilizados ininterruptamente para resgatar pessoas isoladas, segundo a Defesa Civil. Os Estados vizinhos Rio Grande do Sul e Paraná vão participar das operações de resgate a partir desta segunda-feira, atendendo a um pedido do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira.

Além das diversas casas atingidas por deslizamentos de terra e da cheia de rios, muitas estradas do Estado estão interditadas por queda de barreiras e alagamentos.

"O grande desafio para esta segunda-feira será abastecer os abrigos com medicamentos e alimentos", disse o prefeito de Blumenau, segundo a página da Defesa Civil na Internet.

(Reportagem de Pedro Fonseca; Edição de Eduardo Simões)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG