Chuva já matou 64 e deixou 434 mil fora de casa no País

Os desastres decorrentes das chuvas já obrigaram 434 mil pessoas a saírem de suas casas no Brasil. O número consta do balanço da Secretaria Nacional de Defesa Civil com dados referentes de fevereiro até hoje.

Agência Estado |

Atualmente, quase 300 mil estão na residência de parentes e amigos. O restante depende de abrigos públicos. Os recentes temporais provocaram 18 mortes no Ceará, 12 no Maranhão, 7 na Bahia, 7 em Alagoas, 7 no Piauí, 4 em Sergipe, 3 em Pernambuco, 3 no Pará, 2 na Paraíba e 1 em Santa Catarina.

O Maranhão é o Estado com o maior número de cidades castigadas pelas chuvas: 106. Nele há 98.794 desalojados - os que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - e 49.300 desabrigados - pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos. No Ceará, onde os temporais atingiram 101 municípios, 69 mil moradores abandonaram suas casas.

O Piauí registrou chuvas em 41 cidades e 91 mil desalojados e desabrigados. Na região Norte, o Amazonas concentra o número de municípios afetados, 54, e acumula 71 mil desalojados e desabrigados. As chuvas também prejudicaram os Estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Sergipe e Santa Catarina.

Ajuda

A Câmara dos Deputados aprovou hoje a medida provisória (MP) 461/09, que libera R$ 300 milhões para o Ministério da Integração Nacional aplicar em ações de defesa civil em municípios que estão em situação de calamidade pública provocada por cheias e secas. A matéria segue agora para apreciação no Senado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG