As defesas civis municipais monitoram as áreas de risco. Em Muqui, cerca de mil moradores foram prejudicados

A forte chuva que atingiu os municípios de Itarana e Itaguaçu, no Espírito Santo, nesta madrugada, isolou as cidades após o nível do Rio Santa Joana subir 5 metros. Desde a madrugada é impossível acessar os locais por via terrestre.

A chuva, que teve início às 3 horas, deixou famílias desalojadas e desabrigados em Itaguaçu. Dois locais estão sendo usados como abrigos provisórios. No distrito de Córrego Flor, a Rodovia Estadual ES-164, que liga a saída da cidade ao município de Baixo Guandu cedeu. Duas escolas foram alagadas e três pontes destruídas.

Em Itarana já foram registrados ao menos 450 desalojados e 120 desabrigados. O salão paroquial virou abrigo provisório para os moradores. Cerca de 7 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas.

Também foram atingidos Muqui, Mimoso do Sul, Santa Maria de Jetibá e Laranja da Terra. As defesas civis municipais monitoram as áreas de risco. Em Muqui, cerca de mil moradores foram prejudicados. Uma equipe do Corpo de Bombeiros está no município para ajudar na remoção de pessoas em áreas em risco. Em Laranja da Terra a chuva afetou o distrito de Joatuba, onde em torno de dez casas foram inundadas.

No município de Mimoso do Sul as águas já baixaram e não há desabrigados nem desalojados. Em Santa Maria de Jetibá uma ponte caiu. No bairro de Alto Rio Osmoso três casas foram soterradas. Foram inundados os bairros de São Luiz, Vila Jetibá, Vila Nova e o centro do município.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.