Roses no Rio - Brasil - iG" /

Chuva destrói palco e impede show do Guns N Roses no Rio

O show do Guns N Roses no Rio de Janeiro está cancelado. O temporal que atingiu a cidade neste domingo danificou a estrutura do palco onde Axl Rose e sua banda se apresentariam nesta noite, tornando impossível a realização do espetáculo. Segundo a produção do show, houve dois feridos com escoriações leves. Eles foram atendidos no local e em seguida encaminhados ao Hospital Souza Aguiar.

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

Em um comunicado oficial enviado às 19h21, a empresa Time For Fun, da turnê no país confirmou o cancelamento do show "em função do forte temporal acompanhado de ventos de alta velocidade no final da tarde na cidade do Rio de Janeiro". Segundo a nota, "tão logo sejam avaliados os danos na estrutura do palco, será informada uma possível nova apresentação".

Em seu Twitter , o cantor Axl Rose também informou sobre o problema avisando que o palco havia caído em função das chuvas. Segundo Axl, há uma possibilidade de a apresentação ser remarcada para segunda-feira, dia 15, ou para uma data posterior.

AE

Parte da estrutura do palco na Praça da Apoteose foi ao chão com a chuva forte

"Felizmente não há vítimas fatais, mas há feridos em ambas as equipes, nossa e do Rio, cuja gravidade não conhecemos no momento", afirmou Axl. De acordo com ele, os bombeiros evacuaram o local para evitar que outras pessoas acabem feridas. 

O cantor também informou que um caminhão com equipamento da banda de Sebastian Bach, que faz abertura da turnê do Guns, sofreu um acidente entre São Paulo e Rio. "Aguardamos detalhes sobre o estado do motorista".

Roadie da banda carioca Majestike, que faria a primeira apresentação da noite, Daniel Hurtado informou que, por sorte, o público ainda não havia entrado em peso na Apoteose, mas houve feridos que trabalhavam no local. As duas laterais do palco foram ao chão, junto com as caixas de som e telões. A estrutura ficou completamente comprometida, como foi constatado mesmo de longe na Apoteose, pois o acesso ao local do show não foi autorizado.

"Está cancelado, não tem como, já avisaram. Começou a chover muito forte, vendaval, as duas laterais do palco desabaram. Caixas de som, telão, está tudo no chão. A estrutura metálica está toda retorcida. Teve alguns feridos, porque tinha gente trabalhando no palco ainda. Fez um barulho enorme. Quando cheguei tinha ambulância entrando e médicos prestando atendimento. A queda aconteceu por volta das 18h30, logo após começar a chover. Veio um vento muito forte, eu estava no camarim, e já começou a estalar tudo. Logo depois, um estrondo e vieram dizer que a estrutura tinha caído", contou.

A organização se reunirá nesta segunda-feira para decidir haverá apresentação da banda em nova data ou se o dinheiro será devolvido aos pagantes. Alguns que ainda se encontravam na Apoteose por volta das 20h pediam para a banda não desistir de se apresentar no Rio. Clarissa Dantas, estudante de 22 anos, que se protegia da chuva embaixo de um viaduto, enxugou lágrimas antes de dar entrevista. Jovem, não conseguiu assistir à banda que mais ama em sua última apresentação no Brasil, em 2001, na terceira edição do Rock in Rio, mas não desiste.

Vicente Seda

Clarissa Dantas, ao lado do amigo Valdir: decepção por não ver o Guns mais uma vez

"Cheguei por volta de 15h30, mas não cheguei a ver o palco caindo. Estou muito decepcionada. Espero há mais de 10 anos por esse show, porque no Rock in Rio eu era muito pequena. Espero que tenha outra. Não quero dinheiro, Dinheiro nenhum paga isso. Quero que marquem outra data", disse a estudante, relatando o clima de tristeza quando a produção do espetáculo informou o cancelamento. "A hora mais triste foi quando um fiscal veio para a gente na fila comunicar um a um, debaixo de chuva, que não haveria show porque o palco havia desmoronado. As pessoas ficaram em lágrimas, principalmente as meninas, incluindo eu. Só espero que haja outro e que algum integrante da banda dê alguma explicação".

Outras, como Juliana Costa, de 36 anos, falavam em prejuízos. Ela é do Espírito Santo, estava na Bahia e veio ao Rio com um amigo de Salvador para ver Axl Rose. Com a chuva, só conseguiu chegar à Apoteose por volta de 20h15, próximo ao horário que começaria a apresentação. "Cheguei e descobri que não haverá show porque o palco caiu. Uma tragédia. Não sei o que vou fazer, o dano é grande. Não só a viagem, mas a tristeza. Gastei uns R$ 3 mil".

Leia mais sobre: Guns N' Roses

    Leia tudo sobre: guns n roses

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG