Chuva deixa São Paulo inteira em estado de atenção

Com a chuva em praticamente toda a capital paulista, na noite de hoje, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) decretou estado de atenção na cidade inteira. Houve queda de granizo no entorno do Estádio do Pacaembu e em pontos do bairro Água Branca, na zona oeste, e Limão, na zona norte.

Agência Estado |

Uma árvore caiu sobre uma casa no Piqueri, também na zona norte da cidade, mas ninguém se feriu. Até as 19 horas, foi registrado apenas um ponto de alagamento, em situação transitável, na Avenida Marquês de São Vicente, na altura da Praça Pascoal Martins, na região da Barra Funda.

A chuva prejudicou o trânsito e, às 19 horas, o índice de congestionamento na cidade atingiu 145 quilômetros. O número corresponde a 17,4% dos 835 quilômetros monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e está pouco abaixo da média superior para o horário, de 20%. A Marginal do Pinheiros reunia as duas maiores filas de engarrafamento, que somavam 13,7 quilômetros. O Corredor Norte-Sul - formado pelas Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães - apresentava lentidão por 5,6 quilômetros no sentido Santana. A Marginal do Tietê estava congestionada por 5,2 quilômetros no sentido da Rodovia Ayrton Senna, da Ponte do Limão até a Rua Azurita.

No mesmo horário, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, seguia operando por instrumentos para pousos, em razão do mau tempo. Além disso, desde as 16 horas, há espaçamento de 8 minutos para vôos com destino ao Nordeste e de 5 minutos para as demais regiões. A Aeronáutica informou que a situação é decorrente de medidas complementares que tiveram de ser aplicadas por conta da atualização, na madrugada, da base de dados do sistema de sinal de um radar na área do Centro de Controle Brasília.

Em balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), até as 19 horas, Congonhas aparecia com o maior número de atrasos superiores a 30 minutos no País: 47, o correspondente a 22,1% dos 213 vôos programados. Outros 20 vôos foram cancelados (9,4%).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG