Chuva deixa dois mortos e 170 desabrigados em SE

Duas pessoas morreram e 170 estão desabrigadas em consequência das fortes chuvas que caem em Sergipe desde ontem. A situação mais grave está no município de Estância, na região sul do Estado, a 68 quilômetros de Aracaju, onde o rio Piauitinga transbordou e uma forte correnteza destruiu uma ponte, estabelecimentos comerciais e veículos.

Agência Estado |

A previsão da meteorologia é de que as chuvas continuem castigando Sergipe até sexta-feira.

Ontem pela manhã, a menina Perolina Suyane Santos Lima, de 8 anos, morreu após ser levada pela água da chuva em um canal no bairro 18 do Forte, na zona norte de Aracaju. O acidente ocorreu quando a criança e o primo foram ver como estava o nível do canal. Ela se desequilibrou e caiu. Moradores locais tentaram salvá-la, sem sucesso. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas não tinha uma corda para laçar a garota.

A outra morte ocorreu no município de Estância. O empresário Djun Suzuki estava dentro de seu veículo quando foi surpreendido pelas águas e não conseguiu sair. Mais tarde ele foi resgatado por moradores da cidade do interior do Estado e levado com vida para o hospital do município, onde morreu. Em Estância, o nível do rio Piauitinga subiu cinco metros, destruiu uma ponte, inundou quatro bares e uma pousada e 14 veículos ficaram submersos. Ontem, um trecho da BR-101 ficou interditado durante mais de três horas.

Os desabrigados de Estância foram levados para o ginásio de esportes da cidade. As chuvas também preocupam moradores dos municípios de Maruim, onde as águas do rio Ganhamoroba já invadiram 240 casas. Na cidade histórica de São Cristóvão, 220 residências foram invadidas pelas águas do rio Paranopama, que subiu 50 centímetros.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG