Oito cidades do Rio Grande do Sul já decretaram situação de emergência devido às chuvas que atingem a região desde a semana passada, segundo informações da Defesa Civil do Estado: Cerro Largo, Estrela, Colinas, Arroio do Meio, Pedro Osório, Julio de Castilhos, Esmeralda e Venâncio Aires. Segundo a Defesa Civil, 14 municípios já foram atingidos pelas chuvas e cerca de 3 mil pessoas seguem desabrigadas em todo o Estado.

No total, são 17 mil pessoas atingidas.

Com a baixa dos rios, muitas famílias começam a retornar para suas casas e iniciar os trabalhos de limpeza. A Defesa Civil está auxiliando as comunidades com cestas básicas, colchões, cobertores e kits de limpeza e de medicamentos. Segundo a Defesa Civil, a situação ainda era crítica ontem em Encantado, que tem 2 mil pessoas desabrigadas. Nas Ilhas de Porto Alegre, o Rio Guaíba estava 1,75 metro acima do nível.

Em Ernestina, 15 famílias foram retiradas das imediações da barragem local e estão hospedadas em abrigos. A defesa civil conta com a ajuda da polícia nas proximidades da barragem, cuja estrutura oferece risco, para impedir o tráfego de veículos na estrada que liga os municípios de Ibirapuitã e Tio Hugo. Em Santa Rosa, foram providenciadas lonas para cobertura de residências e a Defesa Civil enviou, no início da semana, 100 cestas básicas, 300 colchões e 240 cobertores.

No município de Triunfo, mergulhadores da Corsan foram mobilizados e estão executando os trabalhos de remoção dos materiais que impedem a operação do sistema de bombeamento de água no rio Jacuí. Devido aos riscos, os serviços são desenvolvidos com a máxima segurança, e a expectativa é que durante esta tarde os 14 mil moradores afetados tenham o abastecimento normalizado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.